Home O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato Links
Simesp
Área do Médico

Associe-se Atualize seus dados Faqs Certidão de Quitação
Comunicação
 


   Editoria: De: Até:    

14/11/2017
Secretário Municipal da Saúde, Wilson Pollara, recebe propostas do Simesp com recomendações para qualificar a atenção primária à saúde em São Paulo
 

SIMESP
Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) entregou ao secretário municipal da Saúde de São Paulo, Wilson Modesto Pollara, documento com análise e recomendações para qualificar a Atenção Primária à Saúde na capital paulista. Pollara recebeu Ademir Lopes Junior, secretário de Formação Sindical e Sindicalização do Simesp e preceptor de Medicina de Família e Comunidade, no dia 30 de outubro, na SMS.

Lopes Junior apresentou o documento Atenção primária no município de São Paulo, que trata de questões como as metas e cronograma para ampliação da cobertura da Estratégia Saúde da Família (ESF); carreira, fixação e formação do médico de família e comunidade; parceria com as universidades; transparência nos processos de gestão, participação do controle social e propostas para transformação do processo de trabalho na Atenção Primária à Saúde. O texto foi elaborado pelo Grupo de Trabalho em Atenção Primaria do Simesp, formado por médicos que atuam na área.

O secretário afirmou que a prioridade da “reestruturação” da rede de atenção à saúde é a expansão da Estratégia Saúde da Família e se comprometeu com algumas das propostas do Simesp. Pollara também disse que irá convocar 48 médicos que já possuem formação em Medicina de Família e Comunidade que foram aprovados no último concurso público.

Lopes Junior ressaltou que qualquer reorganização dos serviços precisa ser dialogada com trabalhadores e população, e que as realidades das diversas regiões de São Paulo são muito diferentes. "Além do custo-benefício de cada UBS precisamos considerar a distância da unidade até a casa das pessoas. O serviço não pode ser fechado sem que outro seja construído antes para substituí-lo", afirmou o médico. Na ocasião, Pollara reiterou que considera inadequadas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) com área física menor que 100m2, que são cerca de 50 unidades espalhadas por toda a cidade.

Pollara também se comprometeu a rever a proposta inicial da SMS de 4 mil habitantes por equipe da ESF. "Podemos rever essas proporções, mas a prioridade da SMS é a população sem cobertura nenhuma de assistência saúde", salientou. A proposta do Simesp é que as áreas de maior vulnerabilidade as equipes de ESF tenham 2 mil habitantes por equipe, conforme a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) e que seja definido um cronograma de implantação da ESF visando a cobertura de 100% do território.

Negociações
O Simesp solicitou a formação de uma comissão na SMS com as entidades médicas e médicos de família para propor ações voltadas à formação e especialização em Medicina de família e comunidade para os médicos que atuam na ESF e para a definição de uma carteira mínima de serviços a serem oferecidos por cada equipe. Pollara propôs que essa comissão pudesse também discutir sobre os protocolos da secretaria.

Entre as propostas bem recebidas por Pollara, está o compromisso de colocar equipes da ESF para compor o quadro dos Centros de Saúde Escola, que atualmente funcionam com recursos humanos inteiramente da Universidade de São Paulo (USP) e o abastecimento de insumos e medicamentos pela Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo.


Siga-nos

Fan page: https://www.facebook.com/simespmedicos

Youtube: https://www.youtube.com/simespmedicos



Voltar



O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato  Links
- Diretoria
- Regionais
- Estatuto
- Processo Eleitoral
- Perguntas frequentes (FAQ)
- Associe-se
- Atualize seus dados
- Assessoria Jurídica
- Processos online
- Campanhas Salariais
- Convenções Coletivas
- Cálculo de I.R.
- Homologação
- Banco de Empregos Médicos
- Banco de Imóveis da Saúde
- Mural de Devedores
- Simesp+
- Tipos de Contribuição
- Calendário de Cobrança
- Certidão de Quitação
- TV Simesp
- Revista DR!
- Jornal do Simesp
- Simesp Esclarece
- Movimento Médico
- Simesp na Midia
- Cultura e Arte

Sede: Rua Maria Paula, 78 - 1º ao 4º Andar | São Paulo - SP | Cep: 01319-000 | Fone: (11) 3292-9147 - | Fax: (11) 3107-0819